01:36 am - quarta-feira, 13 dezembro , 2017

Archive: Artigo Subscribe to Artigo

Artigo: Empreendedorismo por necessidade

Publicado Por | 01/03/2016 | 0
Por Adriano Tadeu Barbosa (*) A crise econômica brasileira dos últimos anos aumentou o número de pessoas que abrem seus negócios por necessidade, segundo dados da nova pesquisa do GEM – Global Entrepreneurship Monitor 2015. De acordo com o estudo, isso se deve, principalmente, ao fato dos brasileiros estarem com dificuldades para conseguir renda. De 2014 para 2015, o sonho do brasileiro de abrir seu próprio negócio passou de terceiro para quarto, atrás de viagens pelo país, casa própria e compra do carro. Mesmo assim, o Brasil tem uma TEA de 21 – a medida que a Pesquisa GEM 2015 mostra o nível de empreendimentos em estágio inicial, na frente de países como EUA e China, o que traz 4 em cada 10 brasileiros que são empreendedores. Há um número alto de oportunidades existentes

Diagnóstico: negativo!

Publicado Por | 17/08/2015 | 0
Marcial Carlos Ribeiro diretor presidente do Hospital Sao Vicente FUNEF de Curitiba PR
Marcial  Carlos Ribeiro (*) A situação dos hospitais filantrópicos brasileiros vai de mal a pior. Altas dívidas bancárias e grandes problemas administrativos compõem o cenário deste serviço que, em teoria, deveria ser exemplo nacional de sucesso.   Em Curitiba, por exemplo, as dívidas bancárias chegam a assustar. O Hospital Evangélico possui cerca de R$ 80 milhões em débitos acumulados. O Pequeno Príncipe, referência nacional em saúde infantil, são R$ 18 milhões em dívidas. A Santa Casa responde por R$ 18 milhões e, o Hospital São Vicente – FUNEF, possui dívida de R$ 7,5 milhões. Isso sem contar os juros que estão sendo pagos que refletem diretamente na qualidade dos serviços prestados à população. São cinco milhões de reais gastos com despesas mensais

Você não precisa de dinheiro para abrir um negócio

Publicado Por | 12/05/2015 | 1
VIAGEM EM NOVEMBRO DE 2012 PARA PUNTA CANA (70)
Cinco dicas para quem quer se tornar empreendedor, mas não tem dinheiro para começar Daniel Godri Jr (*) Parece absurdo dizer que alguém não precisa de dinheiro para fazer dinheiro. O capital de giro é um recurso importantíssimo para quem deseja abrir seu próprio negócio. Muitas empresas, inclusive, vão à falência por falta de capital. Algumas sequer saem do papel por causa da ausência de recursos. Mas vários empreendedores de renome começaram suas fortunas investindo pouco ou nada. Ter dinheiro não é garantia de que seu negócio dará certo. Muitos negócios dão errado mesmo com grandes investimentos. Quando você não tem dinheiro e abre um negócio, precisa se dedicar e trabalhar para fazer dinheiro. Há um preço que, se não for pago, lhe trará grandes prejuízos. Já

A justiça brasileira em crise

Publicado Por | 23/01/2015 | 0
Ilustração Internet
Por Amadeu Garrido de Paula (*) Tentarei superar as limitações impostas pelo uso do cachimbo e ferir um tema jurídico de alta importância para o povo brasileiro e todos aqueles que necesssitam de justiça no Brasil, incluindo-se, portanto, pessoas físicas e jurídicas que têm interessse em investir em nosso País, celebrando contratos que, se entram em crise e as partes não se ajustam, dependem do pronunciamento do Poder Judiciário, cada vez mais demorado. Sofre a parte armada de razão, seu advogado e o País, que afasta de nosso cenário aqueles interessados. Não seria necessário dizer que os operadores da Justiça Brasileira se encontram profundamente preocupados; medidas são tomadas, porém os advogados militantes sabem que eventuais melhoras na agilização dos processos não

Destroços de helicóptero são removidos e levados para análise

Publicado Por | 28/12/2014 | 0
Local da queda de helicóptero em Bertioga, no litoral de São Paulo - PM/Divulgação
Os destroços do helicóptero que caiu na manhã de ontem (27) em Bertioga começaram a ser removidos do local do acidente na manhã deste domingo (28). O trabalho começou por vota das 7 horas e terminou no início da tarde de hoje. Por volta das 12 horas, as equipes removeram o motor e o rotor de transmissão que prende a hélice, uma das peças mais pesadas encontradas no local do acidente. As peças serão enviadas para análise na Capital e em São José dos Campos. Com os testes, técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) esperam descobrir as causas do acidente que matou o piloto e outros quatro passageiros. Trabalham no serviço de remoção dos destroços dois funcionários do Cenipa, cinco da Helimarte Táxi Aéreo Ltda (empresa proprietária

Artigo – Ruy, a águia de Haia

Publicado Por | 13/12/2014 | 0
Ruy Martins Altenfelder Silva (*) Ruy Barbosa nasceu em Salvador-BA no dia 5 de novembro de 1849, há 165 anos. Foi um dos maiores juristas brasileiros, destacando-se também como Político (com “P” maiúsculo), diplomata, escritor, filólogo, tradutor e orador. Foi um ferrenho defensor do federalismo, do abolicionismo, dos direitos e garantias individuais e da ética na política. Ruy Barbosa foi deputado, senador, ministro e candidato à Presidência da República. Foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras e seu Presidente entre 1908 e 1919. Em 1907, Rodrigues Alves, presidente da República designou-o representante do Brasil na 2ª Conferência da Paz, em Haia, na Holanda. Sua brilhante inteligência e eloquência lhe rendeu o título de águia de Haia. Neste momento que o

Sede de informação

Publicado Por | 14/08/2014 | 1
Presidenciável Eduardo Campos (PSB) e mais seis pessoas morrem em desastre de avião, em Santos Foto: (Reprodução) Site 24horas.com.br
Eu estava no escritório quando, por volta de 10 horas da manhã, ouvi um estrondo, seguido de vibração das janelas que, por sorte, estavam abertas, apesar do dia chuvoso. Aquilo foi estranho… Na sequência, começou um alarido de colegas. Um deles recebeu uma mensagem de um amigo, dizendo que um helicóptero de uma igreja havia caído nas proximidades. Outro estrondo! Todos acionaram seus computadores e celulares, e começaram a buscar informações. Também havia uma televisão, imediatamente ligada. Nada! Sirenes começaram a ser ouvidas: ambulâncias, carros de bombeiros e de polícia, e viaturas de trânsito vinham de todas as direções, convergindo para um destino único: o mesmo de onde vieram os estrondos. Começaram a surgir notícias na internet, mensagens nos celulares… Umas

Eduardo Campos e o futuro das eleições

Publicado Por | 13/08/2014 | 0
Foto: Psb40.org.br
Por Rodrigo Augusto Prando (*)   O momento – a trágica e precoce morte de Eduardo Campos – reclama, antes de tudo, consternação, tristeza pelo desaparecimento não, apenas, do homem público, mas do marido, pai, amigo. Os principais analistas do cenário político mantêm a cautela na tentativa de indicar quais serão as consequências para a disputa eleitoral vindoura. Ontem, no Jornal Nacional, Campos respondeu perguntas que lhes foram dirigidas, às vezes de forma dura, com um pouco de nervosismo, talvez pela sua estreia como postulante ao mais alto posto da República.  Hoje, fomos surpreendidos pela queda da aeronave e sua morte, bem como de seus assessores e pilotos. Obviamente, Marina Silva é colocada no centro das especulações. Com o malogro na criação de um novo partido,

Por que a dívida da Globo não é manchete de jornal?

Publicado Por | 01/08/2014 | 0
3972f71c 41d2 41ab 99df dae8ecbe2d6b logomarca rede globo
O que descobriríamos se os jornalistas brasileiros fossem atrás das denúncias de sonegação que envolvem grandes grupos de comunicação e que não viram notícia no país? Por Bruno Marinoni* “Siga o dinheiro”, aconselhava William Mark Felt, o “garganta profunda”, aos jovens jornalistas que, nos anos 70, revelaram todo um esquema de espionagem e corrupção no interior da Casa Branca. O que não descobriríamos então se os jornalistas da mídia brasileira investigassem, por exemplo, a denúncia de que a Globo deve mais de R$ 600 milhões aos cofres públicos porque sonegou o imposto decorrente da compra dos direitos de transmissão da Copa de 2002? O caso, que já vinha sendo anunciado há algum tempo, ganhou novo capítulo no último dia 17 de julho, quando 29 páginas do processo

Entenda por que o alcance e a credibilidade do Facebook estão despencando

Publicado Por | 09/06/2014 | 0
Broken heart
Por Cassio Politi (*) Você já deve ter percebido que, ao publicar qualquer conteúdo na fan page de uma marca no Facebook, o alcance orgânico não é mais o de antigamente. Entenda por alcance orgânico a audiência conquistada espontaneamente, sem investimento financeiro. O que acontece é que, agora, para conseguir visibilidade minimamente razoável, é preciso pagar para impulsionar as publicações. O Facebook passou vários anos convencendo empresas de que acumular curtidas e fãs eram o melhor caminho para um marketing online eficaz. Marcas e agências que acreditaram nele agora se sentem enganadas, como se tivessem caído numa cilada ― o que não deixa de ser verdade. O alcance orgânico despencou, como mostra o gráfico abaixo. Na semana passada, o Facebook usou seu blog