02:56 am - terça-feira, 12 dezembro , 2017

Rei Pelé diz que faltas em Neymar são ossos do ofício…

Publicado Por | 01/03/2012 | 0
N_125132516377
Quinta-feira, 1 de março de 2012 – 12h44

Exclusivo

Faltas, ossos do ofício de Neymar. É o que diz Pelé

 

Fazer faltas em Neymar virou o esporte preferido de muitos zagueiros. E quando um deles recebe o cartão amarelo o adversário faz um “rodízio”: vai escolhendo outros jogadores, na mesma partida, para marcar a jóia. O objetivo é evitar que o árbitro expulse alguém.

Esse é um filme que Pelé viveu e conhece de cor e salteado. E com um drama maior, pois os cartões não existiam nem a TV tinha os diversos ângulos de transmissão dos dias de hoje. São algumas das razões que levam o Rei do Futebol a achar o assunto um exagero. E não é só: isso também seria reflexo da redução do número de craques no futebol nacional.

“No meu tempo, havia quatro ou cinco bons jogadores em cada equipe. Hoje tem o Neymar e quem para comparar? Ninguém. A diferença é essa. Como tem só um jogador que chama a atenção, os caras acham que ele está sendo caçado. Não é bem assim. Se o Neymar vai jogar contra qualquer time, o que o técnico fala? ‘Cuidado com o Neymar, marca o Neymar’. E você acha que, quando o Santos jogava contra qualquer time, o técnico não falava: ‘Marca o Pelé, chega no Pelé?’”, justificou o Atleta do Século 20.

Créditos: Irandy Ribas

Pelé comparou a marcação em Neymar com a que sofria na época em que jogava

Diante disso, é bom Neymar se acostumar com o que está vivendo. Ossos do ofício do craque. A idade, no entanto, é que não deve mais ser usada como justificativa para qualquer coisa. “O Neymar vai ser marcado sempre. Ele e qualquer outro que for a estrela do time. E precisam parar de falar que o Neymar é um menino. Ele fez 20 anos (em 5 de fevereiro). Sou do Santos e adoro o Neymar, tanto que ajudei a não deixá-lo sair do Santos no ano passado. Se ele fosse para a Inglaterra (Chelsea), como o empresário queria, ele não tocaria na bola”, comentou.

De olho

Apesar disso, o Rei do Futebol acredita que é necessário ficar de olho nas infrações sobre Neymar. Que o diga o próprio amistoso da Seleção Brasileira, realizado na última terça-feira.

“No jogo do Brasil contra a Bósnia, por exemplo, deram três encostadas nele. Acho que o árbitro poderia ter dado cartão amarelo, mas nem falta marcou. É algo que tem que ser visto, mas ele vai ser caçado todo jogo”, lembrou Pelé.

 

Matérias relacionadas

email
Categoria: Esportes, Principal, Santos

Sem Comentários ainda.

Deixe seu Comentário