02:57 am - terça-feira, 12 dezembro , 2017

Idesp demonstra evolução no sistema de ensino do Município

Publicado Por | 16/06/2012 | 0

Bertioga teve uma evolução em pontos absolutos, com 0,85, o que corresponde a um crescimento percentual de 30%.

O Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp), que avalia a qualidade de ensino do Estado, com o objetivo de melhorar a educação dos jovens, mostra que do ano de2009 a2011, Bertioga teve uma evolução em pontos absolutos, com  0,85, o que corresponde a um crescimento percentual de 30%.

Conforme resultado, em 2009, das 12 escolas de Ensino Fundamental, que têm o 5º ano, e que participaram do  Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp), oito apresentaram o Idesp abaixo de três pontos, e duas acima de quatro. Já em 2011, somente duas  unidades de ensino do Município  ficaram abaixo de três pontos, enquanto  cinco ficaram acima de quatro pontos.

Para o diretor de Educação da Prefeitura de Bertioga, professor Raul Lobo, a evolução no sistema de ensino do Município, demonstrado pelo Idesp, é atribuída à adoção do Sistema Apostilado Opet, em 2010, que deu direção única para todas as escolas.

Outro fator, apontado por Lobo é o acompanhamento feito pela supervisão de ensino e a reflexão sobre a prática pedagógica, que é realizada pela equipe docente, duas vezes por semana, as terças e quintas-feiras.

A Secretaria de Educação e Desenvolvimento Cultural do Município encaminhou para cada escola os boletins do Idesp  2009, 2010 e 2011 para conhecimento dos professores, já que tais números são de fundamental importância para o trabalho pedagógico.

A partir do resultado do Idesp, agora Bertioga aguarda a divulgação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) – indicador nacional, que mostrará melhor a evolução, por conta dos números positivos apresentados nos resultados preliminares de  proficiência das escolas da rede municipal, em 2011

Idesp

Trata-se de um indicador de qualidade das séries inicias (1ª a 4ª séries) e finais, (5ª a 8ª séries) do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Na avaliação de qualidade das escolas, feita pelo Idesp, consideram se dois critérios complementares: o desempenho dos alunos nos exames do Saresp e o fluxo escolar, ou seja, o quanto e em quanto tempo os alunos aprenderam durante o ano.

O Idesp tem o papel de dialogar com a escola, fornecendo um diagnóstico de sua qualidade, apontando os pontos em que precisa melhorar e sinalizando sua evolução ano a ano.

Ideb

O Ideb é a “nota” do ensino básico no país. Numa escala que vai de0 a10, o Ministério da Educação (MEC) fixou a média 6, como objetivo para o país a ser alcançado até 2021.

O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, ou seja, com informações enviadas pelas escolas e redes, e médias de desempenho nas avaliações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep); o Sistema Nacional de Avaliação da  Educação Básica (Saeb), para os Estados e o Distrito Federal, e a Prova Brasil,  para os municípios.

Criado em 2007, o Ideb serve tanto como diagnóstico da qualidade do ensino brasileiro, como baliza para as políticas de distribuição de recursos (financeiros, tecnológicos e pedagógicos) do MEC. Se uma rede municipal, por exemplo, obtiver uma nota muito ruim, ela terá prioridade de recursos.

email
Categoria: Bertioga, Comportamento

Sem Comentários ainda.

Deixe seu Comentário