01:33 am - quarta-feira, 13 dezembro , 2017

Candidato do PSOL à Prefeito em São Vicente Newton Dinamarco, renuncia a candidatura neste sábado ás vésperas das eleições dizendo-se abandonado pelo partido…

Publicado Por | 07/10/2012 | 0
N_083449176114

Domingo, 7 de outubro de 2012 – 08h34
De última hora
Candidato do PSOL em São Vicente renuncia à candidatura

O último dia de campanha eleitoral teve uma grande reviravolta em São Vicente. No começo da noite deste sábado, Newton Dinamarco deu entrada na renúncia de sua candidatura a prefeito. Imediatamente, o PSOL protocolou a troca do candidato, indicando o funcionário público municipal Benedito José Marcondes, de 55 anos.

O relacionamento entre Dinamarco e o PSOL já não era bom há um algum tempo. O ápice das desavenças se deu após o debate entre os prefeituráveis na TV Santa Cecília, no dia 17 de setembro. Naquela ocasião, o candidato não cumpriu as orientações do partido de concentrar suas perguntas e críticas a Caio França (PSB) e preferiu questionar Luís Cláudio Bili (PP).

“Meu partido, o PSOL, jamais poderia se alinhar ao PP. É contra a ideologia”, justificou Dinamarco por telefone ao jornal A Tribuna na noite de sábado. Segundo ele, a partir daquele momento a legenda se afastou dele.

O vice da coligação Por uma São Vicente mais justa e com igualdade – que ainda conta com o PCB-, Maykon Rodrigues dos Santos, se diz “extremamente decepcionado” com a postura de Dinamarco. “Ele não vinha cumprindo as orientações do partido. E deixou para renunciar no último dia para tentar prejudicar a legenda”.

Segundo Maykon, prevendo essa situação o partido ficou desde as 17 horas da noite de ontem na porta do cartório da 177ª zona eleitoral, esperando Dinamarco desse entrada na renúncia. “Já tínhamos conhecimento dessa manobra. Ele tem relações com esse governo”, denuncia.


O candidato não cumpriu as orientações do partido PSOL e a troca foi efetuada na noite deste sábado
A executiva municipal do PSOL dá como certa a expulsão do seu até então candidato a prefeito. O que não o deixa abalado, segundo palavras do próprio Newton Dinamarco.

“Fui abandonado desde o dia do debate pelo partido. Eram eles que não me queriam mais. E, honestamente, daqui para frente eles podem pensar o que quiserem de mim. Não tenho mais nada com o partido”, rebate.

A Tribuna não conseguiu contato com o cartório da 177ª zona eleitoral, para confirmar a substituição de nomes na chapa. Os eleitores que votarem no PSOL ainda vão encontrar o nome e a foto de Dinamarco na urna eletrônica entre as opções.
imprimir

email
Categoria: Artigo, Comportamento, Política, Principal

Sem Comentários ainda.

Deixe seu Comentário