20:05 pm - segunda-feira, 16 outubro , 2017

Santos poderá receber oito navios de cruzeiros na temporada de verão…

Publicado Por | 06/11/2012 | 0
M_174049262277

Temporada 2012/2013

Santos poderá receber oito navios de cruzeiros

 

O Porto de Santos poderá receber até oito navios de cruzeiros no mesmo dia
durante a temporada 2012/ 2013, que começará na próxima sexta-feira com o alemão
Aida Cara. No entanto, eles não poderão atracar simultaneamente no
complexo, conforme decisão da Codesp.

Segundo a Docas, está mantido o
limite de parada de seis embarcações juntas no cais santista. Uma quantidade
maior será permitida desde que o número excedente deixe o Porto para que os
outros entrem.

Segundo a estatal, a definição sobre as escalas já foi
encaminhada para Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar),
entidade que havia proposto a atracação simultânea de mais de seis navios nesta
estação. Conforme tabela divulgada no site da Concais, empresa que administra o
Terminal de Passageiros Giusfredo Santini, em duas datas, o complexo receberá
mais de seis embarcações de passageiros.

A primeira será no dia 9 de
fevereiro (sábado de Carnaval), quando está prevista a parada das oito navios,
todos de grande porte para embarque e desembarque de hóspedes. Já a segunda será
no retorno das festas de Momo, em 16 de fevereiro. Sete embarcações deverão
estar no complexo na ocasião.

Créditos: Carlos Nogueira
Em novo contato, a Companhia Docas reafirmou a negativa e explicou que a
parada de mais de seis navios será possível somente se houver organização das
escalas para que não ocorram simultaneamente. Ou seja, a sétima e a oitava
embarcação só poderão parar no cais se outros dois saírem antes. Isso poderá
acarretar uma operação noturna, para que haja tempo de fazer o embarque e o
desembarque dos turistas no mesmo dia.

Atualmente, os navios chegam
juntos entre 6 e 7 horas. Por volta das 10 horas é iniciado o desembarque. Já o
embarque começa, normalmente, em torno de 13 horas. As embarcações deixam o
complexo santista às 18 horas. Para atender a exigência da Codesp, o
procedimento adotado deverá ser diferente nas datas com sete e oito navios.

Abremar

Novamente procurada, a Abremar enviou a
mesma nota encaminhada anteriormente e disse não ter informações sobre a decisão
da Codesp. Os reflexos do parecer da estatal não foram apontados pela
Associação.

Em parte do texto, a entidade reafirmou que ela “não atua,
até o presente momento, de maneira formal no procedimento de confirmação de
atracações no Brasil. Essa atribuição está sendo discutida com os integrantes
desse sistema mas, a despeito de ainda não ter essa atribuição, a Associação
está buscando contribuir para o processo de atracações e, sem prejuízo dos
passageiros que viajam durante a temporada, apresentou uma sugestão de escalas
que está sendo analisada e discutida. Portanto, ainda preliminar”.

Créditos: Luigi Bongiovanni
O controle das escalas durante a estação é uma das principais
preocupações dos órgãos envolvidos no processo, para que não haja transtornos
aos turistas e também ao trânsito na Avenida Perimetral e no entorno a
instalação de cruzeiros.

Normalmente, a Concais, administradora do
terminal, é uma das mais atentas à situação. A empresa, porém, preferiu não se
pronunciar sobre o assunto enquanto não receber oficialmente o parecer da
Codesp.

Números

Ao todo, 1,1 milhão de turistas
vão circular pelo Terminal de Passageiros Giusfredo Santini a partir da próxima
sexta-feira, entre embarque, desembarque e trânsito. Serão 21 embarcações que
vão fazer 212 escalas.

Desse total, 13 farão paradas regulares e 8
passarão por Santos apenas em trânsito, como o alemão Aida Cara, o
primeiro a atracar no complexo. As paradas regulares começarão com o MSC
Magnifica
, no dia 13.

A estação vai durar em torno de cinco meses,
com 105 dias de operação. O encerramento está marcado para 22 de abril do
próximo ano, com o Splendour of the Seas, da Royal Caribbean. Entre os
navios que serão novidade nesta temporada, estão o Fantasia, o maior a
parar em Santos (é capaz de receber 4 mil passageiros), o Magnifica, da
MSC, o Favolosa e Fascinosa, ambos do Grupo Costa.

 

 

 

 

Compartilhe: