12:34 pm - sábado, 29 abril , 2017

Idosos são orientados como fugir do endividamento

Publicado Por | 24/03/2017 | 0
FRANCISCO ARRAIS_36870000 PMS

Primeiro, atrasa o pagamento de um imposto; depois, o do condomínio; em seguida, outras contas deixam de ser pagas dentro do vencimento. De maneira didática, o economista Oswaldo Napoli do Couto, do Programa de Apoio aos Superendividados, do Procon-Santos, mostrou que os comportamentos acima são “sinais” de quando a economia doméstica precisa de ajuste urgente.

FRANCISCO ARRAIS_36870000 PMS

Foto: Francisco Arrais

Ele falou nesta sexta-feira (24) sobre educação financeira no Espaço do Idoso. A conversa durou uma hora e foi dividida em cinco pontos: orçamento familiar, perigos do sistema financeiro, empréstimo consignado, cartão de crédito e endividamento.

“A pessoa deixa de pagar o imposto, o condomínio, e como não tem uma consequência imediata, não muda o padrão de despesas, a situação só se agrava”, relata Oswaldo.

O economista diz que o endividado precisa mudar hábitos de consumo e deve procurar ajuda do Programa de Apoio ao Superendividado, que fica no Resolve Aqui.

Outro aspecto comum citado pelo palestrante foi o aposentado que se endivida para socorrer filho e/ou neto. “O idoso tem que dizer não, se tiver que pegar dinheiro emprestado para ajudar alguém. Tomar dinheiro emprestado só vai complicar a situação familiar”.

Mais informações:

- Local: Resolve Aqui

- Endereço: Rua Amador Bueno, 249, Centro

- Expediente: de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30

- Telefone: 3221-9511

Fonte: PMS

email
Categoria: Economia, Santos

Sem Comentários ainda.

Deixe seu Comentário